Critica da Liberdade-abstracta N° 13-C

       Qualquer representação que proclame o individuo de forma geral e abstracta, recusando-lhe todas as condições duma individualidade concreta, afasta-se a tal ponto da realidade que o desacordo fica evidente. Que podera haver de mais ridiculo do que a maneira como os teoricos do individualismo << atomista >> representam a relação entre o individuo e o Estado, entre o individuo e a Razão, entre o individuo e o Universal?! Eles são incapazes de estabelecer uma relação coerente entre estes termos. Oscilam entre uma harmonia pré-fabricada e uma incompatibilidade absoluta -- teses que são igualmente ridiculas.

       O problema teorico não é ( portanto ) criticar estas teses inconsistentes, senão compreender porque é que elas conservaram um certo poder de influenciar ( como é que conseguiram manter-se ); porque e como elas foram e continuam difundidas pelo Ensino, pela Imprensa, na Literatura.

       Marx deixou-nos uma resposta a esta questão:

       -- A superstição politica imagina, ainda, que a vida burguesa deve ser mantida pelo Estado que, por sua vez, é mantido pela via burguesa...

       Por outras palavras, a sociedade civil ( o individualismo mistificador e o << atomismo >> que ele desenvolve na sensibilidade, nas ideias, na vida psicologica e moral ) mantem o Estado da burguesia; mas, a representação oficial é inversa da realidade: acredita-se que um Estado é exactamente como o imaginamos ( honesto, leal, imparcial ), mantendo e devendo manter a sociedade civil esculpida pela burguesia; acredita-se que tal Estado protege e salva a pessoa-humana, o individuo, a moral, a pàtria, a familia e a Liberdade. Que se esconde nestas pretenciosas teorias, que misturam contradictoriamente a << salvação >> das comunidades ( tais como a familia, etc. ) e a <<salvação >> do individuo-atomisado?

        Resposta: esta escondida a vontade do poder e da manipulação dum instrumento ideologico ( e politico ) dirigido contra o Povo!!!

 

( a continuar na proxima Sexta-feira, dia 25 de Maio de 2012, em " N° 13 - D " ).

 

Encontre-nos no FACEBOOK, em: LiberdadeReal JustiçaSocial

 

No TWITTER podera encontrar-nos, em: pablonodrade1

 

Leia outras das nossas publicações, em:

1) http://filosofiaxauteriana.wordpress.com

2) http://polemicando.over-blog.com

                         ou

     www.polemicando.net

 

Envie sua correspondencia para:

1) filosofia-xauteriana@numericable.fr

2) ltsc@iol.pt

3) pablonodrade@sapo.pt

publicado por filosofia-xauteriana às 12:40 | comentar | favorito