Ora vejamos, agora...N° 7

       POR CONSEGUINTE:

 

      1) A dialectica hegeliana << relativisa >> o problema da Liberdade. Seja: com efeito ( e ainda que Hegel não tenha tido uma visão clara ) extrai da metafisica, para o pensamento que a coloca fora do tempo, fora dos momentos e das condições historicas, no abstracto e << absoluto >>.

 

      2) Os dois termos do dilema absoluto e abstracto são igualmente verdadeiros e igualmente falsos.

          " Num sentido ", na Historia, tudo esta determinado; cada momento, e a propria suicessão dos momentos, tanto o nascimento como a desaparição, estão submetidos a uma necessidade profunda.

          " Mas, noutro sentido ", tudo esta livre na Historia, visto que ela não é outra coisa que o futuro do conhecimento e da Liberdade: a produção ( por ele mesmo ) do Homem consciente e livre -- Hegel diz: << do Espirito ou da Ideia >>.

          Os dois termos do dilema, tomados na sua relatividade e na sua unidade, aparecem não apenas como solidarios mas, tambem, como indissoluveis. Toda a liberdade esta determinada e determinada enquanto tal. Toda a determinação, toda a realidade " conhecida ",  funda uma certa liberdade."

 

      3) Em lugar da << Liberdade >> em geral, a dialectica considera ( portanto ), antes as " Liberdades " : os momentos, os aspectos da Liberdade humana.

      O << problema >> geral diferencia-se, especifica-se em problemas concretos, que serão ( por exemplo: ) o da liberdade no pensamento e na ciencia -- o da liberdade politica, etc.

      Aliaz, estas liberdades não podem separar-se, considerarem-se isoladamente no exterior da unidade da consciencia e do Homem.

 

   ( a continuar na proxima Quarta-feira, dia 28 de Dezembro de 2011, em " N° 8 " ).

 

 

Outra das nossas publicações em: http://filosofiaxauteriana.wordpress.com

 

No Facebook podera encontrar-nos em : LiberdadeReal JustiçaSocial

 

Toda a correspondencia devera ser endereçada para: filosofia-xauteriana@numericable.fr

 

publicado por filosofia-xauteriana às 23:09 | comentar | favorito