A NATUREZA E O SEU ETERNO MOVIMENTO

                                         " O MOVIMENTO ETERNO DA NATUREZA "

 

 

links:

 

1) http://filosofia-xauteriana.blogs.sapo.pt

 

2) http://venceremos.blogs.sapo.pt

 

 

Envie os seus e-mails para:

 

1) pablonodrade@sapo.pt

 

2) filosofia.xauteriana@live.fr

 

3) filosofia.xauteriana@gmail.com

 

 

Podera encontrar-nos tambem, em:

 

Facebook ( Brasil e Portugal ) -- União Dospovos

 

Nos comentarios do EXPRESSO ( de Lisboa ), sob -- MUNDO-NOVO

 

 

                                    ------------------ // -------------------------

 

 

      A natureza e a sociedade não conhecem a imobilidade, o repouso, a invariabilidade absoluta. O Mundo oferece-nos o espectaculo do movimento, da mudança perpectua.

 

      O movimento, a mudança, o desenvolvimento é uma propriedade eterna e inerente à materia. Friedrich Engels disse: << O movimento é o modo de existencia da materia >>. Nunca, nem em lugar algum, existe materia sem movimento -- nem tal é possivel. Todo o corpo material, qualquer particula da materia ( moleculas, atomos e os elementos que os constituem ) é movel, com natureza variante.

 

      No sentido filosofico, o movimento não é apenas a deslocação dum objeto no espaço. Enquanto forma de existencia da materia, ele compreende todos os processos e mudanças que se operam no Universo. Dentre estas mudanças ha algumas que desempenham um papel primordial: são os processos do desenvolvimento da materia, da passagem de materia de um estado para outro estado superior -- tendo novas propriedades.

 

      No Mundo não existem coisas estacticas, criadas uma vez para sempre; não existem senão objectos que se modificam e seus processos. O que equivale a dizer-se que em parte alguma existe repouso absoluto -- o que excluiria integralmente o movimento. Existe sim, uma forma de repouso que é relativo!!! Qualquer corpo sobre a Terra não pode encontrar-se em repouso senão em relação a determinados pontos da superficie terrestre. Todavia, até mesmo este citado corpo esta a participar no movimento da Terra e do sistema solar. Mesmo por outras palavras, as moleculas e os atomos que constituem todo o corpo estão em movimento: complexos processos desenvolvem-se no interior dos corpos. Assim, logicamente concluiremos que todo e qualquer repouso é relativo, que unicamente o movimento é absoluto e sem excepção.

 

(Quarta-feira, dia 12 de Março de 2014, publicaremos: " AS FORMAS DO MOVIMENTO DA MATERIA ").

publicado por filosofia-xauteriana às 20:13 | comentar | favorito