CONTRA A REACCÃO E A IGNORANCIA.

PRINCIPIOS DO MARXISMO


segundo a FILOSOFIA XAUTERIANA



                                 ------------------ // ------------------




      A historia da ciencia é uma continua luta, de sabios e de filosofos progressistas, contra a ignorancia e a superstição, contra a reacção politica e ideologica. Em toda a sociedade dividida em classes antagonicas, sempre hà forças que não têm interesse em que as ideias-avançadas se espalhem: estas são as forças reaccionarias. Ora, estas forças reaccionarias foram sempre hostis à Ciencia; perseguindo os sabios e os filosofos exclarecidos e sem mesmo recuarem com a cremação e as masmorras ou, noutras circunstancias, alterando as descobertas cientificas até lhes retirarem o espirito materialista, progressivo.


      Na Grecia antiga, os aristocratas obstinaram-se na destruição das obras do grande materialista Democrita, o fundador da teoria atomista da materia, pois ele negava a intervenção dos deuses tanto na natureza como nas vidas humanas.


      O filosofo materialista grego, Anaxagore, foi acusado de incredulidade e expulso de Atenas.


      Um outro materialista, Epicuro, discipulo de Democrita, por pretender libertar os homens do mêdo dos deuses, glorificando as Ciencias, foi durante 2.000 anos objecto de anatemas pelos padres da igreja catolica, que o classificaram como corruptor e inimigo da moralidade.


      No ano 391, os monges cristãos incendiaram a celebre biblioteca de Alexandria, que continha 700.000 obras de escritores e de sabios da antiguidade. O papa Gregorio I ( 590 - 604 ), adversario encarniçado do ensino laico e da ciencia, ordenou a destruição de obras preciosas de autores antigos e, especialmente, dos filosofos materialistas.


      A Inquisição, instituida pelo papado a fim de lutar contra os inimigos da igreja catolica, perseguia ferozmente os pensadores progressistas. Em 1600, levou às fogueiras Giordano Bruno, filosofo e sabio que defendia a teoria de Copernic. Em Toulouse, em 1619, por ordem da Inquisição, os carrascos arrancaram a lingua a Lucilio Vanini, antes de o queimarem. Galileo, que apoiava o sistema de Copernic, foi forçado ( pela Inquisição ) a abjurar das suas opiniões, obrigado pelas torturas. Voltaire foi encarcerado na Bastilha. Porque filosofo materialista, Diderot foi metido na prisão.


      Seria ingenuo acreditar que a luta da reacção contra a Ciencia so teve lugar na Antiguidade e na Idade Media. Ela não acabou com a epoca capitalista. A classe capitalista esta interessada no desenvolvimento das ciencias da natureza, porque daqui depende o progresso tecnico. Todavia, ela não tem o menor interesse a que se divulgue a Filosofia Materialista, nem o conceito cientifico do Universo -- o que permitiria aos homens compreenderem a realidade, saberem como se comportarem e como agir neste mundo atual. Mais: os ideologos da burguesia esforçam-se em separar as descobertas cientificas das suas conclusões materialistas e ateias, por as considerarem um perigo para o dominio da burguesia.


      A burguesia reaccionaria pretende, sobretudo, esconder o marxismo e a sua filosofia: o Materialismo Dialectico e Historico. Muitos são os professores burgueses que principalmente se ocupam na << rejeição >> do marxismo.


      A burguesia reaccionaria contemporanea não envia mais os sabios e os filosofos progressistas para as fogueiras; mas, ela afasta-os das universidades e dos centros de pesquisas, impede-os publicarem as suas obras, descredita-os moralmente e politicamente, etc. Todos os meios de luta contra as << ideias perigosas >> são amplamente aplicados nos Estados Unidos da America do Norte, assim como em outros paises. Com estes meios e com a propaganda reaccionaria, a classe dominante exerce uma enorme pressão sobre a consciencia das pessoas, inculcando-lhes ideias que correspondam com os interesses capitalistas -- o que entrava a difusão das ideias materialistas avançadas.


      Por espinhoso que seja o caminho, sejam quais forem os sacrificios impostos ( pela sociedade exploradora )a Ciencia e a Filosofia Materialista acabarão por transpor os obstaculos: progressiva e irresistivelmente.


      A ciencia e a Filosofia Materialista dão, aos homens, um conhecimento verdadeiro das leis da Natureza e da Sociedade, aprendendo-os a servirem-se no interesse da Humanidade. Aqui reside a nossa enorme força!!!


( Quarta-feira, dia 11 de Dezembro de 2013, publicaremos: " MATERIALISMO E IDEALISMO " ).


Agurdamos os vossos livres comentarios.


Podem encontrar-nos no Facebook, em União Dospovos


Para nos contactarem, por e-mail:


1) pablonodrade@sapo.pt


2) filosofia.xauteriana@live.fr


3) filosofia.xauteriana@gmail.com

publicado por filosofia-xauteriana às 23:20 | favorito