" A FILOSOFIA BURGUESA CONTEMPORANEA "

                          " A Filosofia Burguêsa Contemporanea "

 

 

link: http://filosofia-xauteriana.blogs.sapo.pt

 

 

Correios para:

 

1) pablonodrade@sapo.pt

 

2) filosofia.xauteriana@live.fr

 

 

Podera encontrar-nos tambem:

 

-- no Facebook : União Dospovos

 

-- no Twitter : FXauteriana

 

 

                             ================ // ===========

 

 

 

      A filosofia burguêsa contemporanea representa-se por uma grande diversidade de tendencias e de escolas. Contudo, estas correntes não representam senão variedades de idealismo filosofico ( declarado ou implicito ) -- seja, um conceito falso, uma ilusão do Mundo.

 

      Nos nossos tempos, o idealismo filosofico tornou-se ainda mais reaccionario e mais decadente, do que aquilo que foi nos fins do século XIX e principios do século XX. O que esta na moda é o irracionalismo, no qual o mundo e a vida não fazem sentido, no qual a razão humana é incapaz de conhecer a realidade que nos cerca; as teorias que exploram as descobertas cientificas, servindo para falsificarem a Ciencia, gozam de enorme sucesso; a influencia dos sistemas abertamente teologicos cresceu.

 

      A situação é paradoxal, na vida espiritual de paises capitalistas: por um lado, a Ciencia progressa irresistivelmente e amplifia sempre o nosso conhecimento sobre o mundo material; em colaboração com a Tecnica, ela aumenta ( infinitamente ) o poder dos homens sobre a Natureza; aqui deveremos reparar que ha mais de um século a Filosofia Materialista avançada ( o MATERIALISMO DIALECTICO E HISTORICO ), existe, desenvolve-se e fornece uma explicação autenticamente cientifica para os fenomenos da natureza e da sociedade. Por outro lado, bastantes filosofos e, por vezes, os proprios sabios não chegam a dar-nos um fundamento justo para a objetividade do mundo, afirmando que a Ciencia não seria capaz de descobrir a verdadeira objetividade e que os homens ( incapazes de conhecerem a essencia das coisas ) nada melhor teriam a fazer do que acreditar no sobrenatural e voltarem ao dogmatismo da " igreja ".

 

      Quais são as razões desta situação?

 

      Como é que homens pensadores, sabios honestos podem compartilhar das vistas idealistas, contrarias à Ciencia e à Experiencia Social?

 

      Os interesses de classe da burguesia e os preconceitos anti-comunistas ( dos intelectuais burguêses ) constituem o principal obstaculo para adoptarem o materialismo. O Materialismo Cientifico actual ( seja, o MATERIALISMO DIALECTICO E HISTORICO ), quando se tiram todas as consequencias, conduz para a junção à Classe Trabalhadora e a aderir à teoria do Socialismo Cientifico. Esta é uma das principais razões para aqueles que se recusam a romper com a burguesia ( os sabios compreendidos ) tenham mêdo de reconhecer o Materialismo.

      

       Quanto aos apologistas e aos ideologos do capitalismo ( declarados e activos ), eles vêem no Materialismo dialectico o inimigo teorico intransigente e, logo, propõem reprimi-lo a qualquer preço. Para tal, usam de todos os meios de pressão ideologica e moral: imprensa, radio, televisões, universidades, sermões, tratados cientificos.

 

       ESTA PROPAGANDA CONTINUA EXERCE ( NATURALMENTE ) UMA INFLUENCIA SOBRE OS ESPIRITOS.

 

 

( Quarta-feira, 24 de Setembro de 2014, publicaremos: " A FILOSOFIA CONTRA A RAZÃO " ).

 

 

publicado por filosofia-xauteriana às 22:41 | favorito